Modificação do Método de Dosagem de Fosfato de Heinonen & Lahti (1981)

  • Laíce S. Rabelo Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Instituto de Genética e Bioquímica (INGEB).
  • Anelise S. Mendonça Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Instituto de Genética e Bioquímica (INGEB).
  • Milton V. Coelho Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Instituto de Genética e Bioquímica (INGEB).
  • Saulo G. Pereira Faculdade Patos de Minas.
  • Hugo C. S. Melo Faculdade Patos de Minas.
Palavras-chave: fosfato inorgânico, quantificação, ATPases, colorimetria

Resumo

Heinonen & Lahti (1981)1,2 publicaram um método colorimétrico para dosagem de fosfato inorgânico que é até hoje padrão para estudos de enzimas que realizam a hidrólise de ATP, como ATPases, por exemplo. O método consiste em uma solução de acetona P.A, ácido sulfúrico 5N e molibdato de amônio 10 mM numa proporção de 2:1:1. A aquisição de acetona P.A., mesmo para instituições de ensino e pesquisa, é controlada pela polícia federal, uma vez que pode ser utilizado no refino de cocaína. Sendo assim, este trabalho buscou analisar a substituição da acetona P.A. por álcool etílico P.A., uma vez que se trata de um
reagente de fácil aquisição. A solução de álcool etílico P.A., ácido sulfúrico 5N e molibdato de amônio 10 mM na proporção de 7:2:1 foi mais sensível que a solução do método original, mostrou linearidade para concentrações de fosfato inorgânico de até 400mM, produziu uma cor estável por cerca de 2 horas e não sofreu influência estatisticamente significante por outros reagentes utilizados em análises bioquímicas, como Triton X-100 1%, Tween 1%, EDTA 5mM, EGTA 5 mM, Imidazol 20 mM, Triz 20 mM, CAPS 20 mM, HEPES 18,75 mM, BSA 0,5 mg/mL, KCl 1M e NaCl 1M. Assim, o método de Heinonen e Lahti (1981)1,2
modificado para o uso de álcool etílico na proporção de 7:2:1 se mostrou capaz de substituir com eficácia o método original, proporcionando resultados tão confiáveis quanto o método original com a facilidade da compra do reagente.

Referências

BRASIL. Ministério da Segurança Pública. Gabinete do Ministro. Portaria nº 256, de 26 de dezembro de 2018. Estabelece procedimentos para o controle e a fiscalização de produtos químicos e define os produtos químicos sujeitos a controle pela Polícia Federal. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 27 dez. 2018. Seção 1, p. 169.

Heinonen, J. K.; Lahti, R. J. Anal Biochem. 1981, 113, 313.

Lindberg, O.; Enster, L. MethodsBiochem. Anal. 1956, 3, 1.

Peterson, G. L. Anal Biochem. 1978, 84, 1, 164.

Soares Melo, H. C.; Coelho, M. V. Acta Biochim Pol. 2007, 54, 3, 575.

Soares Melo, H. C.; Coelho, M. V. Revista NBC. 2018, 8, 15, 70.

Soares Melo, H. C.; Cruz, G. C. N. D.; Sousa, M. V. D.; Coelho, M. V. InternationalJournalofRecentScientificResearch. 2018, 9, 8, 28417.

Publicado
2021-04-23
Como Citar
Laíce S. Rabelo, Anelise S. Mendonça, Milton V. Coelho, Saulo G. Pereira, & Hugo C. S. Melo. (2021). Modificação do Método de Dosagem de Fosfato de Heinonen & Lahti (1981). Revista Processos Químicos, 14(28), 15-19. https://doi.org/10.19142/rpq.v14i28.595