português O controle oficial de uso de adjuntos em cerveja no Brasil

  • Carlos V. Muller
  • Bernardo P. Guimarães
  • Grace F. Ghesti Universidade de Brasília
Palavras-chave: adjuntos cervejeiros, produção de cerveja, controle oficial

Resumo

A cerveja é legalmente definida como a bebida obtida pela fermentação do mosto cervejeiro obtido a partir do malte de cevada e adicionado de lúpulo, além disso adjuntos cervejeiros podem ser empregados na proporção de até 45% de seu extrato primitivo. Apesar do crescimento da produção cervejeira, a importação de malte ao Brasil se manteve praticamente inalterada. A metodologia empregada foi a exploratória a fim de avaliar os métodos e propor uma análise que possa auxiliar na fiscalização da proporção do uso de adjuntos na produção de cerveja. O controle da substituição pode ser realizado por análises laboratoriais, apesar de no momento, não haverem métodos desenvolvidos para tal fim. As diversas metodologias de espectrometria de massas se apresentam promissoras no controle laboratorial, podendo ser utilizadas em conjunto com outras técnicas.

Referências

Brasil, Decreto n° 6.871 de 4 de junho de 2009, Dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2009/decreto/d6871.htm>. Acesso em 16 dezembro 2020.

Licht, A., Budweiser passa Heineken nas vendas de cerveja premium. Disponível em: <http://www.valor.com.br/empresas/2955948/budweiser-passa-heineken-nas-vendas-de-cerveja-premium>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Pesquisa Industrial Anual – PIA-Produto. Disponível em: . Acesso em: 16 dezembro 2020.

CERVBRASIL, Anuário 2016. Disponível em: <http://www.cervbrasil.org.br/novo_site/anuario/>. Acesso em: 20 junho 2018.

Ferreira, A., Infográfico – Mercado Brasileiro de Cervejarias Artesanais. Disponível em: <https://www.institutodacerveja.com.br/blog/n114/novidades/infografico-mercado-brasileiro-de-cervejarias-artesanais>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Briggs, D. E.; Boulton, C. A.; Brookes, P. A.; Stevens, R.; Brewing: science and practice, 1a ed., Woodhead Publishing: Cambridge, 2004.

Bamforth, C. W.; Brewing: New technologies. 1a ed., Woodhead Publishing: Cambridge, 2006. [CrossRef]

Bogdan, P.; Kordialik-Bogacka, E.; Alternatives to malt in brewing. Trends in Food Science and Technology 2017, 65, 9. [CrossRef]

Esslinger, H. M., Handbook of Brewing: Process, Technology, Markets, 1ª ed., Wiley-VCH: Weinheim, 2009.

Ghesti, G. F.; Müller, C. V.; Parachin, N. S.; Barros, C. R.; Pinheiro, L. G. S., Análise Sensorial para Cervejas, 1ª. ed., Universidade de Brasília: Brasília, 2017.

Kunze, W. Technology Brewing and Malting, 4ª. ed., VLB: Berlin, 2010.

Donadini, G.; Fumi, M. D.; Kordialik-Bogacka, E.; Maggi, L.; Lambri, M.; Sockokai, P., Consumer interest in specialty beers in three European markets. Food Research International 2016, 85, 301. [CrossRef] [PubMed]

D’Avila, R. F.; Luvielmo, M. M.; Mendonça, C. R. B.; Jantzen, M. M., Adjuntos utilizados para produção de cerveja: características e aplicações. Estudos Tecnológicos em Engenharia 2012, 8, 60. [CrossRef]

Marconi, O.; Sileoni, V.; Ceccaroni, D.; Perretti, G., Em Advances in International Rice Research; Li, J. Q., Bod: London, 2017, cap. 4. [CrossRef]

Schnitzenbaumer, B.; Arendt, E. K., Brewing with up to 40 % unmalted oats (Avena sativa) and sorghum (Sorghum bicolor): a review. Journal of the Institute of Brewing 2014, 120, 315. [CrossRef]

Brasil, Lei nº 8.918/1994: Dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8918.htm>. Acesso em 16 dezembro 2020.

Dane, F. C., Research methods. Pacific Grove: Brooks/Cole Publishing, 1990.

Yin, R. K., Case study research: design and methods. 6 ed. Sage: Thousand Oaks, 2017.

Ministério da Economia, Comexstat – Exportação e Importação Geral. Disponível em: <http://comexstat.mdic.gov.br/pt/geral>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

IARD. International Alliance for Responsible Drinking, Beverage Alcohol Labeling Requirements. Diponível em: <http://www.iard.org/policy-tables/beverage-alcohol-labeling-requirements>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Legislation UK, The Beer Regulations 1993. Disponível em: <https://www.legislation.gov.uk/uksi/1993/1228/part/I/made#f00007>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Stewart G. G.; Priest, F. G. (ed), Handbook of brewing, 2 ed., CRC Press: Boca Raton, 2006.

The Brewers of Europe, Whats in a beer?. Disponível em: <https://brewersofeurope.org/uploads/mycms-files/documents/publications/2018/whats-in-beer-20180312.pdf>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Boulton, C.; Quain, D., Em Brewing Yeast and Fermentation, Wiley-Blackwell: UK, 2006, cap. 4. [CrossRef]

Pires, E. J.; Teixeira, J. A.; Brányik, T.; Vicente, A. A., Yeast: The soul of beer’s aroma - A review of flavour-active esters and higher alcohols produced by the brewing yeast. Applied Microbiology and Biotechnology 2014, 98, 1937. [CrossRef] [PubMed]

Brasil, Instrução Normativa nº 24/2005: Aprova o Manual Operacional de Bebidas e Vinagres. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/assuntos/vigilancia-agropecuaria/ivegetal/bebidas-arquivos/in-no-24-de-8-de-setembro-de-2005.doc/view>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Sleiman, M.; Venturini Filho, W. G.; Ducatti, C.; Nojimoto, T., Determinação do percentual de malte e adjuntos em cervejas comerciais brasileiras através de análise isotópica. Ciência e Agrotecnologia 2010, 34(1), 163-172. [CrossRef]

Mardegan, S. F.; Andrade, T. M. B.; Neto, E. R. S.; Vasconcellos, E. B. C.; Martins, L. F. B.; Mendonça, T. G.; Martinelli, L. A., Stable carbon isotopic composition of Brazilian beers – A comparison between large- and small-scale breweries. Journal of Food Composition and Analysis 2013, 29, 52. [CrossRef]

Sharwood, R. E.; Ghannoum, O.; Whitney, S. M.; Prospects for improving CO2 fixation in C3-crops through understanding C4-Rubisco biogenesis and catalytic diversity. Current Opinion in Plant Biology 2016, 31, 135-142.

Brasil, Instrução Normativa MAPA nº 72/2018: Aprova os requisitos e os procedimentos administrativos para registro de estabelecimento e de produto, elaboração de produto em unidade industrial e em estabelecimento de terceiro e contratação de unidade volante de envasilhamento de vinho. Disponível em: <https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/52490927/do1-2018-11-29-instrucao-normativa-n-72-de-16-de-novembro-de-2018-52490784>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Brasil, Instrução Normativa nº 4/2011: Aprova a Metodologia de Análise da Razão Isotópica que especifica em Produtos e Subprodutos das Plantas do Ciclo Fotossintético que menciona. Disponível em: <http://www.agricultura.gov.br/assuntos/inspecao/produtos-vegetal/legislacao-1/biblioteca-de-normas-vinhos-e-bebidas/instrucao-normativa-no-4-de-5-de-fevereiro-de-2001.pdf/view>. Acesso em: 16 dezembro 2020.

Petersen, B. O.; Nilsson, M.; Bøjstrup, M.; Hindsgaul, O.; Meier, S., 1H NMR spectroscopy for profiling complex carbohydrate mixtures in non-fractionated beer. Food Chemistry 2014, 150, 65. [CrossRef] [PubMed]

Zhang, J.; Zhang, X.; Dediu, L.; Victor, C., Review of the current application of fingerprinting allowing detection of food adulteration and fraud in China. Food Control 2011, 22, 1126. [CrossRef]

Pereira, H. V., Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Minas Gerais, 2016. [Link]

Wilson, K.; Walker, J., Principles and Techniques of Practical Biochemistry, 5a. ed., Cambridge University Press: Cambridge, 2000

Almeida, C. I. R., Dissertação de Mestrado, Universidade de Aveiro, 2006. [Link]

Nogueira, L. C.; Silva, F.; Ferreira, I. M. P. L. V. O.; Trugo, L. C., Separation and quantification of beer carbohydrates by high-performance liquid chromatography with evaporative light scattering detection. Journal of Chromatography A 2005, 1065, 207. [CrossRef] [PubMed]

Vivian, A. F., Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas, 2016. [Link]

Publicado
2021-10-29
Como Citar
V. Muller, C., P. Guimarães, B., & Ghesti, G. F. (2021). português O controle oficial de uso de adjuntos em cerveja no Brasil. Revista Processos Químicos, 15(29). https://doi.org/10.19142/rpq.v15i29.591